Topo
Blog do Pediatra

Blog do Pediatra

Categorias

Histórico

Como e quando iniciar a introdução alimentar do bebê? Que comidas oferecer?

Dr. Sylvio Renan

14/07/2019 04h00

Crédito: iStock

A alimentação dos recém-nascidos deve ter cuidados especiais. Enquanto seu bebê se alimenta apenas com leite materno, a introdução de outros alimentos deve ser adiada, pelo menos até o sétimo mês de vida.

Além das questões afetivas, o aleitamento materno é recomendado por todos os órgãos de saúde do mundo, incluindo a Organização Mundial de Saúde (OMS). No entanto, a mesma organização indica que deve ser iniciada no sexto mês de vida a introdução de novos alimentos na dieta do bebê.

A recomendação é a introdução gradativa de novos alimentos, como suco de frutas (laranja-lima ou seleta, cenouras entre outros) e papas de frutas (banana-maçã, maçã, pera, abacate ou mamão). As sopas serão introduzidas após seu bebê se acostumar com outros alimentos líquidos e sólidos.

A partir do sétimo mês você pode oferecer peixe (cação, filé de pescada) e cereais (arroz, macarrão, ervilha). E, depois do 8º e 9º meses, comece a introduzir a carne, o frango (desfiado), o fígado e peixe moídos – tudo com cuidado para que ele não engasgue.

A quantidade dos alimentos que serão adicionados na alimentação – não importa a fase – deve ter um critério bem avaliado. Fale com seu pediatra para as indicações corretas.

Outra dica importante é a rotina de horários que você estabelecerá para a alimentação saudável do seu bebê, proporcionando além de bons nutrientes, a disciplina que ajudará o organismo dele a funcionar bem.

Se a falta de uma alimentação adequada é um problema – caso da desnutrição e, pior ainda, da mortalidade infantil, os excessos também devem ser evitados.

Bebês com sobrepeso podem ter atraso em seu desenvolvimento motor, como nas habilidades de rolar, engatinhar e sentar. Por isso, a indicação é sempre evitar alimentos com muitas calorias e que tenham pouca quantidade de nutrientes, como no caso de bolos, biscoitos, refrigerantes e doces em geral.

Como citei antes, a alimentação deve focar a quantidade certa de verduras, legumes e frutas, pois estes alimentos são riquíssimos em nutrientes, preenchendo as necessidades para o bom desenvolvimento da criança em todas as fases da vida.

Até a próxima,
Dr. Sylvio Renan

Sobre o autor

Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros é autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses" e do livro “Pediatria Hoje”|Formado pela Faculdade de Medicina do ABC. Especializações e títulos pela Unifesp/EPM, Sociedade Brasileira de Pediatria e General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla). Atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao seu consultório, a MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos.

Sobre o blog

O objetivo deste blog é fornecer informações básicas relacionadas à área da pediatria. São abordados, de forma didática, temas que permeiam o universo da saúde da criança, como primeiros cuidados, doenças mais comuns, vacinação e alimentação. Desta forma, não visa receitar qualquer conduta médica, mas sim proporcionar conhecimento para que os visitantes tenham mais autonomia na escolha de um pediatra para seus filhos.