menu
Topo
Blog do Pediatra

Blog do Pediatra

Categorias

Histórico

Icterícia: o que é este amarelão que afeta os bebês?

Dr. Sylvio Renan

26/08/2018 04h00

A icterícia é um assunto que preocupa pais e mães, principalmente os de primeira viagem. Mas, agindo rapidamente, a partir do diagnóstico da doença, a recuperação pode ser rápida e saudável.

O "amarelão", como é conhecida popularmente a icterícia, acomete os bebês recém-nascidos, sendo mais frequente nos prematuros. Isso porque, durante sua formação na barriga da mãe, há uma quantidade de hemoglobina –proteína presente nos glóbulos vermelhos que transporta o oxigênio do pulmão para os tecidos –, que se multiplica no nascimento e se transforma em bilirrubina, onde deve ser filtrada pelo fígado.

Nesse processo, o que não for necessário para o organismo do bebê é liberado pela urina. No entanto, se o fígado ainda não estiver em sua maturidade total não conseguirá processar o material, que será depositado nos tecidos, deixando a pele com a coloração amarelada que deu o "apelido" à disfunção.

As medidas de reversão da icterícia dependem dos resultados das taxas de bilirrubina no sistema do bebê. Em níveis mais baixos, a criança passa pela fototerapia, banhada por períodos longos com luz fluorescente que permite a quebra dessa proteína, sendo assim mais rápida a eliminação pelo próprio corpo.

Entretanto, se os níveis estiverem acima dos parâmetros aceitáveis, ou aumentando rapidamente, há necessidade de se realizar transfusão sanguínea entre doadores compatíveis, assim sendo os pais ou parentes. A icterícia pode causar graves consequências à criança que não for diagnosticada ao nascer ou nos primeiros dias de vida, pois pode prejudicar o sistema nervoso ou causar anemias severas.

A icterícia neonatal pode ser prevenida com acompanhamento obstétrico, no sentido de se conseguir que o parto seja o mais próximo possível das 40 semanas, quando o feto já tem boa maturidade. Após o nascimento, a visita ao pediatra deve ocorrer assim que possível, a fim de que seja feita avaliação completa do quadro do bebê e as orientações quanto a amamentação e vacinação.

Até a próxima,

Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros

Sobre o autor

Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros é autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses" e do livro “Pediatria Hoje”|Formado pela Faculdade de Medicina do ABC. Especializações e títulos pela Unifesp/EPM, Sociedade Brasileira de Pediatria e General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla). Atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao seu consultório, a MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos.

Sobre o blog

O objetivo deste blog é fornecer informações básicas relacionadas à área da pediatria. São abordados, de forma didática, temas que permeiam o universo da saúde da criança, como primeiros cuidados, doenças mais comuns, vacinação e alimentação. Desta forma, não visa receitar qualquer conduta médica, mas sim proporcionar conhecimento para que os visitantes tenham mais autonomia na escolha de um pediatra para seus filhos.