Blog do Pediatra

Categorias

Histórico

Educação financeira infantil: investimento muito além da mesada

Dr. Sylvio Renan

05/06/2017 10h48

Muitas vezes, aqui no consultório, os pais me perguntam quando é o momento de introduzir a recompensa financeira, a famosa mesada, na rotina da família e quais os limites ou regras mais importantes para o ensino financeiro da criança.

Acontece que a educação financeira infantil vai muito além da mesada, porque contribui e incentiva a criança com aspectos como organização, planejamento, disciplina e responsabilidade. E tudo isso terá reflexo na vida adulta: a relação que se deve ter com o dinheiro. Ou, o que é preço e o que é valor.

Entre os 6 e 7 anos, meninos e meninas passam a perceber o mundo ao seu redor com muito mais clareza e, consequentemente, querem mais desse mundo. É a fase “mamãe, quero isso, papai, quero aquilo.”. Mas, em vez de tornar esse processo uma dor na cabeça, os pais podem transformar o consumismo da criança em aprendizado.

A ideia, segundo Álvaro Modernell, especialista em economia financeira infantil, é fazer com que a criança entenda que, ao receber dinheiro, ela também recebe o poder de escolha, e isso sempre vai acarretar em perder alguma coisa para conquistar algo mais valoroso no final.

Como pediatra, não recomendo atrelar o ganho financeiro com as tarefas domésticas ou escolares do pequeno, porque uma coisa é obrigação, outra é o aprendizado monetário. A mesada não precisa vir de uma tarefa ou de um comportamento, mas sim de um acordo entre pais e filhos.

Como orienta Modernell, a mesada pode ser calculada por R$ 1,00 para cada ano da criança. Assim, aos 6 anos, a criança receberá R$ 6,00 toda semana e, aos poucos, entrando na adolescência, por exemplo, o valor pode ser triplicado, tornando-se mensal. É claro que todo valor deve ser previamente acordado entre os pais, levando em consideração as condições da família.

Também é de suma importância manter o diálogo com o pequeno desde cedo para explicar a importância de anotar o valor ganho, os gastos e quanto foi economizado no mês. Assim, a criança perceberá o quanto precisará economizar, e por quanto tempo, para realizar um objetivo maior.

É quanto a esse “objetivo maior” que os pais devem debruçar-se em esforços para que as crianças entendam os benefícios de poupar, fazer escolhas e se planejar. Muitas vezes, esse objetivo final é muito mais caro do que elas podem esperar poupando. Neste momento, os pais podem se oferecer para dar parte do dinheiro para complementar, caso a criança consiga entregar um valor “x”.

A educação financeira infantil traz com sutileza um dos problemas mais comuns da vida adulta, que é lidar com as próprias finanças. Com a ajuda dos pais, esse aprendizado pode se tornar um prazer rodeado de conquistas, fazendo do poupar dinheiro, e do controle dos gastos, uma experiência agregadora de conhecimentos e práticas para toda a vida. E tudo isto associado a um maior relacionamento entre pais e filhos.

Sobre o autor

Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros é autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses" e do livro “Pediatria Hoje”|Formado pela Faculdade de Medicina do ABC. Especializações e títulos pela Unifesp/EPM, Sociedade Brasileira de Pediatria e General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla). Atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao seu consultório, a MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos.

Sobre o blog

O objetivo deste blog é fornecer informações básicas relacionadas à área da pediatria. São abordados, de forma didática, temas que permeiam o universo da saúde da criança, como primeiros cuidados, doenças mais comuns, vacinação e alimentação. Desta forma, não visa receitar qualquer conduta médica, mas sim proporcionar conhecimento para que os visitantes tenham mais autonomia na escolha de um pediatra para seus filhos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Ciência e Saúde - Blogs - Blog do Pediatra
Topo